sei que nunca daríamos certo, mas olha, daríamos um belo errado
ela é geração saúde, ele geração fumaça ✌✌
Durou tão pouco, e quando você se foi, parecia que tinha durado uma vida.
- Orquestrando.  (via lettres-a-paris)
Ele era o calor, ela o frio. Ele era o verão, ela o inverno. Ele era certo, ela a errada. Ele era o silêncio, ela o barulho. Ele era a solução, ela era o problema. Ele era um sonho, ela era o pesadelo. Ele era calmo, e ela era o exagero. Ele era dela, e ela era dele. E assim, se completavam a sua maneira.
- Bianca Menezes.  (via felicidadeadois)
Porque me deu agora de repente uma vontade danada de abraçar você, mas de corpo presente e ficar junto, sem assunto, deixando a vida passar.
- Mário de Andrade  (via lettres-a-paris)
Vamos fingir que tudo está bem. Que as piadas do palhaço ainda são engraçadas e que o coração não dói. Que o ambiente reservado para fumantes não sufoca e que esperar na fila do banco não cansa. Vamos fazer parecer que nenhuma música é uma lembrança e que o cheiro não grudou na ponta do nariz. Vamos fingir que eu não o vejo em todo canto. Vamos fazer de conta que esse espaço todo não aperta e que o que sinto não é necessidade. Vamos fechar os olhos e imaginar que esse ainda não foi o inicio do fim.
- Casebre. (via felicidadeadois)
Sabe quando você sente um vazio dentro de si mesmo? É ruim, né?
- Requiz.     (via lettres-a-paris)






THEME BY AMANDA AND NOTES BY ANA.